Azanha

 Azanha (1931-2004)


Foi professor Emérito da Universidade de São Paulo. Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo, sua obra e atuação acadêmica e política colocam-no como um dos principais pesquisadores da área educacional.

 

Artigo – Democratização do Ensino: vicissitudes da ideia no ensino paulista

 

O artigo analisa as vicissitudes dos esforços de democratização, focando nos seguintes episódios: a Reforma Sampaio Dória (1920), o Manifesto dos Pioneiros (1932), a luta pela escola pública (1948-1961), a expansão da matrícula no ensino ginasial (1967-1969) e as esparsas tentativas de renovação pedagógica (Ginásios Vocacionais). A análise procura também distinguir entre a ideia de democratização do ensino como prática de liberdade e como expansão de oportunidades a todos, procurando mostrar como no primeiro sentido pode haver uma degradação, em termos pedagógicos, da ideia de democracia política.